Na Política

Biblia Online

24/10/14 | 11:36h (BSB)

ACM Neto em Sergipe: PT não tem projeto de governo, e é obcecado pelo poder

O prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM) disse nesta quinta-feira (23), em Aracaju (SE), que “a turma do PT é obcecada pelo poder”. Durante evento promovido, na capital sergipana, pelos partidos que apoiam a candidatura do senador Aécio Neves à presidência da República, o democrata ressaltou que por isso “eles (os petistas)  mentem, caluniam e usam da intimidação por não quererem largar o osso e por estarem obcecados pelo poder”.

 

Na avaliação do democrata, o PT não tem projeto de governo. “Tem projeto de poder para manter a boquinha”. O que se ouve e se vê, de acordo com ACM Neto, “é uma tentativa de chantagem explícita, dizendo que Aécio vai suspender o programa Bolsa Família e tantas outras mentiras”.   

 

ACM Neto destacou que a candidatura de  Aécio não pertence ao PSDB ou ao DEM, seu aliado de primeira hora. “A candidatura de Aécio é de todos que querem um Brasil diferente, um Brasil que quer decência na política, que quer dizer não à corrupção e a tudo de errado que o PT está fazendo hoje”, discursou, alertando que “a guerra não vai ser fácil”.

 

Ele disse, ainda, que há uma enganação desenfreada sustentada pelas pesquisas de opinião pública. “Não podemos nos deixar influenciar pelas pesquisas. Se assim o fosse, eu não seria prefeito de Salvador. A pesquisa é o que eu tenho visto nas ruas, as pessoas ansiosas por mudanças, por não aguentar essa política que foi adotada no Brasil ao longo dos últimos 12 anos”, afirmou, ao conclamar aos sergipanos que “não acreditem nas sucessivas mentiras contadas pelo PT”.

 

“A melhor mensagem é a de Aécio que, há 30 anos, está se preparando para ser o presidente do Brasil”. Ele lembrou que Aécio foi governador de Minas Gerais, por dois mandatos, sendo um dos mais bem avaliados do país. “Eu sou amigo de Aécio e sempre que a gente conversa, ele me diz da angústia que tem sentido ao ver e ouvir as ofensas que proferem contra ele. “Mas ele tem dito que se o preço para mudar o Brasil, for  ele ter que matar no peito tantas mentiras, tantas ofensas, tantas inverdades, ele está pronto para enfrentar, porque é um homem de coragem”, destacou ACM Neto.
 

O senador Agripino Maia (DEM/RN), coordenador nacional da campanha tucana, neste segundo turno, condenou as “mentiras contadas pelo PT” com o fito de confundir a população. No seu entender, o brasileiro não tem pendências e nem dependências está claramente convencido e sabe quem tem as melhores condições de administrar o Brasil. Em conversa com jornalistas sergipanos, Maia revelou que, pelas suas andanças tem percebido que o povo está animado e confiante que Aécio ganhará a eleição, neste domingo (2¨), quando ele enfrenta a candidata do PT e atual presidente, Dilma Rousseff.

evento_agripino_maia

 

Para ele, os que dependem de programas sociais como o Bolsa-Família, precisam de um convencimento maior para votar em Aécio, dada a perversidade do PT em dizer que se Aécio for eleito suspenderá esses programas.  “Os programas sociais, são programas de Estado, mas o PT, de forma perversa e falsa, passa a ideia de que é propriedade dele”, criticou, ressaltando que, “na verdade são programas de Estado, feito com recursos do Estado e que vão permanecer como programas de Estado” e não de partido A ou B. “É como se o Plano Real fosse um plano de Fernando Henrique Cardoso e não do Brasil”, comparou. 

 

Ausência – Agripino justificou a ausência de Aécio em Sergipe, em decorrência da concorrida agenda e disse que atendendo ao pedido dele, “como coordenador da sua campanha, vim trazer a sua palavra de gratidão ao povo sergipano que, no primeiro turno já foi generoso e, tenho certeza, no segundo turno, será muito mais generoso, ainda”.

 

Por sua vez, o vice-prefeito de Aracaju e secretário-geral do PSDB, José Carlos Machado, ressaltou que diz sempre a todos que “pedir voto para Aécio não é dificuldade nenhuma”, dada a sua história de respeito para com a coisa pública e a sua capacidade administrativa. “Saiamos daqui transformados em verdadeiros cabos eleitorais, pois uma coisa boa para o Brasil é a eleição de Aécio Neves no próximo domingo”, conclamou Machado.

 

Ele contou que a sua mãe tem 84 anos, já não tem a obrigação de votar, mas irá participar desse momento. “Eu pedi que ele fosse à urna votar em Aécio, pois um voto pode fazer a diferença, pois o que está em jogo não é a candidata do PT, Dilma (Rousseff), nem Aécio Neves. “O que está em jogo é o futuro desse país, é o futuro dos nossos filhos, dos nossos netos e bisnetos”, destacou Machado.

 

O evento – O evento, realizado na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju, é o terceiro grande ato em favor da campanha do senador tucano, organizado pelos líderes dos partidos aliados.

 

Desta vez, participaram o coordenador nacional da campanha de Aécio, senador Agripino Maia (RN); o deputado federal José Carlos Aleluia (BA), o vice-governador de Alagoas e coordenador da campanha tucana no Nordeste, José Thomaz Nonô, além de lideranças políticas de Sergipe, como a senadora reeleita, Maria do Carmo Alves, o prefeito de Aracaju, João Alves Filho, dirigentes do PSDB, como Roberto Goes e José Carlos Machado, e outras siglas, como o PP, PSC, PMN, PTC, etc.

 

 

Informações da ascom PSDB



19-04-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

SSP

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter