Na Política

Biblia Online

27/10/14 | 04:51h (BSB)

Valadares diz que está sendo apunhalado, e cobra gratidão de grupo

Senador fala que não vai se acovardar, e sobre apoio a Aécio cita:“faria tudo de novo”

Por Raissa Cruz

 

Apesar de enfrentar um desgaste com o governador Jackson Barreto (PMDB), que não compreendeu o apoio dedicado em Sergipe pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB) ao Presidenciável Aécio Neves (PSDB), assim como fez a Nacional do seu partido, o socialista disse que não se arrependeu. Sustentando que o Brasil precisava de “mudança e uma alternância de poder”, Valadares agradeceu as pessoas que o seguiram votando em Aécio, e já adiantou um rechace contra tentativas de o excluírem do grupo de governistas no estado.

 

“Havia um acordo que não foi contestado de que apoiaríamos o candidato do PSB (Eduardo Campos, depois Marina Silva no 1º turno). Deste acordo, eu participei com Jackson Barreto, Belivaldo Chagas (PSB), Valadares Filho (PSB) e Rógerio Carvalho (PT). E agora estou sendo apunhalado pelas costas. Passei 15 anos na oposição (com Déda, depois Jackson) em Sergipe. Se querem me colocar para fora (do grupo) sem respeito e gratidão pelo que fiz, não me acovardarei. Começarei tudo de novo”, acentuou ele, postando em sua página no Twitter, na noite deste domingo, 26.

 

Já em entrevista a nossa reportagem mais cedo, o senador ponderou que “pessoas que levam a sério a política e que prezam em servir à população”, sofrem limitações durante campanhas eleitorais. “Porque enfrentam obstáculos tremendos, principalmente na área financeira, em uma disputa em que o poder econômico tem grande influência. Eu inclusive já pensei muitas vezes em deixar a política, devido aos sacrifícios que são impostos durante o período eleitoral para enfrentar essas forças, que tornam a disputa tão desigual”, lamentou ele.

 

O senador frisou que finalizada a eleição, o momento é de “guardar as bandeiras para outras lutas que virão à frente, mas nunca deixar de lutar por um Brasil melhor. Não vamos desistir do Brasil!”, e completou: “agradeço a todos os que me acompanharam, e também àqueles que, mesmo não me acompanhando, compreenderam e respeitaram a minha posição. Não me arrependo de nada. Faria tudo de novo.”, afirmou Valadares.

 

Da redação Na Política.com



20-06-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter